triglicerídeos

Como controlar a alteração de triglicerídeos em crianças

Problemas que antes rondavam somente a saúde dos adultos agora também passaram a fazer parte do cotidiano dos pequenos. Em consultórios médicos espalhados por todo o mundo, já é possível encontrar casos de crianças com alteração de triglicerídeos, e os números não param de subir.

Pensando nisso, resolvemos preparar um material completo, explicando quais são os motivos para esse problema e, principalmente, como os pais podem agir para controlar essa alteração no organismo das crianças. Veja só!

Triglicerídeos alterados em crianças

O principal motivo para o aumento desse tipo de problema está ligado diretamente às mudanças dos hábitos das famílias, principalmente os hábitos alimentares. Há alguns anos, as crianças passavam mais tempo em casa, alimentando-se de forma saudável, natural e com a comida preparada de forma mais simples.

Porém, com a correria do dia a dia e a necessidade constante dos pais trabalharem fora, os pequenos começaram a ter uma rotina também cheia de atividades, com horários cheios ao longo do dia, com pouco tempo para se alimentar de forma mais saudável.

Além disso, nos horários destinados às refeições, há preferência por alimentos industrializados, ricos em açúcar refinado, gordura trans, sódio e calorias vazias, com pouquíssimo ou nenhum nutriente e nada de fibras. Isso sem falar de hábitos pouco ligados às atividades físicas, já que as crianças também vêm passando cada vez mais tempo em frente a telas de computadores, de TV ou jogando em smarts phones e tabletes.

Consequências

O resultado de toda essa alteração, é claro, não poderia deixar de se refletir na saúde e no controle dos triglicerídeos, que nada mais são do que o resultado do metabolismos desses açúcares e outros carboidratos refinados, como pães, biscoitos, bolachas e pizzas feitos de trigo, refrigerantes, sucos de fruta industrializados adoçados com xarope de milho, e por aí segue a lista. 

É claro que podem existir causas não ligadas aos hábitos alimentares, como questões de desequilíbrio endócrino, por exemplo. Por isso, antes de tomar qualquer atitude, um médico especialista deve ser consultado.

O número de crianças acima do peso, obesas e que sofrem com doenças que antes só assustavam os mais velhos não para de crescer em todo o mundo, fator que preocupa os profissionais da saúde, porque sabemos que pode acarretar doenças ainda mais sérias no futuro e menor qualidade de vida durante o desenvolvimento da criança.

Ou seja, é preciso agir e rápido. Nesse sentido, cabe aos pais e cuidadores ter mais atenção com a rotina de exercícios das crianças e oferecer sempre opções de alimentos mais saudáveis e naturais para elas.

Tratamento

Esse, aliás, é o caminho mais correto para controlar os níveis de triglicerídeos em crianças, cortando alimentos ricos em gorduras trans, refinados e pobres em nutrientes importantes. É o caso de embutidos (salames presuntos, mortadelas), frituras, queijos processados, bolos, biscoitos, doces em geral, refrigerantes e alimentos industrializados, como salgadinhos de pacote, enlatados e variações.

Para controlar o triglicerídeos, o melhor é sempre oferecer opções de refeições ricas em grãos integrais, frutas, carnes, verduras e legumes, fibras. Para beber, água é sempre a melhor opção. Suco de fruta natural, feito na hora de beber, pode ser uma opção nos momentos de recreação. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

Comentários
Dra. Aidalina

Posted by Dra. Aidalina