Deficiência de iodo

Deficiência de iodo pode prejudicar a fertilidade feminina

Sabemos que os minerais são essenciais para uma boa saúde e para o desenvolvimento de um bebê. A mãe precisa estar com as vitaminas, minerais e a saúde em dia para não prejudicar a saúde e o desenvolvimento da criança, certo? Então, para que a mulher possa engravidar, ela precisa  atentar para este fato, pois a deficiência de iodo pode interferir na sua saúde reprodutiva.

Como se sabe que a deficiência de iodo pode levar a mulher a ter infertilidade ou pode interferir na gestação?

Segundo a pesquisa realizada pelo instituto norte-americano Eunice Kennedy Shriver National Institute of Child Health and Human Development (NICHD ), em que 467 mulheres que tentavam engravidar entre os anos de 2005 a 2009 realizaram exames de urina, as participantes que tinham deficiência de iodo tinham 46% de chances a menos de engravidar do que uma mulher com a quantidade correta do mineral no organismo.

Mas por que o iodo é tão importante?

Porque é captado pela glândula tireoide, e os hormônios produzidos por essa  glândula são responsáveis pelo metabolismo do organismo.

Com a deficiência de iodo, a tireoide pode ficar deficiente na sua produção de hormônios. Isso pode “atrapalhar” o trabalho de fertilidade corretamente, levando a situações de dificuldade de engravidar e até infertilidade.

A deficiência de Iodo também é perigosa para as mulheres que já estão grávidas, porque a tireoide também exerce a função de segurar o embrião no útero, possibilitando o desenvolvimento do bebê. Com o baixo índice de iodo no organismo, o bebê pode ter complicações, como baixo quociente de inteligência (Q.I.) e outros problemas no desenvolvimento mental.

Como repor iodo e em quais alimentos podemos encontrá-lo?

Dica de alimentos em que encontramos iodo

  • Batatas rústicas, algas marinhas, cavala, bacalhau, salmão, figado, ovo, pescada, sal integral (do himalaia ou sal grosso), arenque, camarão, mexilhão, atum, linguado, lagosta, peito de peru, ameixa seca, feijão branco, yogurte natural, banana, morango, vagem.

Quanto consumir por dia? Depende da sua idade e da suplementação que o seu médico indicar. No entanto, acima dos 19 anos, são indicados consumir de 100 a 150 microgramas por dia na alimentação para evitar a deficiência de iodo.

Se você deseja engravidar e têm baixo índice de iodo precisa começar a suplementação ou aumentar a ingesta de alimentos ricos nesse elemento. Para saber mais sobre isso, marque uma consulta com o seu médico, pois cada caso é especial, sendo assim, a suplementação também será diferente. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

Comentários
Dra. Aidalina

Posted by Dra. Aidalina