envelhecimento

Envelhecimento e metabolismo: entenda a relação

“Depois dos 30, meu metabolismo não é mais o mesmo”, “meu metabolismo está ficando velho”, “que saudade do meu metabolismo jovem”. Você já deve ter escutado alguma afirmação nesse sentido, mas será mesmo que o trabalho metabólico tem relação com o envelhecimento? Seria a idade capaz de interferir na complexa e importante atividade do metabolismo? Leia o texto e tire suas próprias conclusões. Vem comigo!

O que é metabolismo, afinal?

Antes de aprofundarmos nossa conversa, precisamos conversar sobre o conceito de metabolismo e seu importante papel. De forma simples, o metabolismo corresponde ao conjunto de transformações que as substâncias passam no interior do organismo. Ele envolve, por exemplo, as reações de síntese (anabolismo) e as reações de desassimilação (catabolismo). Em outras palavras, metabolismo é toda e qualquer reação química que ocorre no corpo e que gasta energia para modificar ou produzir moléculas.

O que o metabolismo tem a ver com saúde e boa forma?

Um dos tipos de metabolismo é o metabolismo energético, que influencia diretamente na perda e no ganho de peso. Centenas de outros processos metabólicos acontecem no corpo simultaneamente, impactando aspectos como a qualidade do sono, eliminação de resíduos e toxinas, fornecimento de energia, digestão, etc.

Existe relação entre o metabolismo e a idade?

Sim. Uma relação íntima e direta. À medida que os seres humanos envelhecem, acontece um declínio natural no metabolismo de cada um. Isso significa que a quantidade de calorias que são necessárias para manter o corpo em funcionamento passa a ser menor com o avançar dos anos. Mas é possível modular esse processo e minimizar sua velocidade e repercussão.

O que muda no metabolismo com o envelhecimento?

Se você parar para observar, vai perceber que o ganho de peso é comum com o avanço da idade. Além disso, quando as pessoas envelhecem, inevitavelmente a composição corporal muda. A partir dos 45 anos de idade, por exemplo, a maioria dos indivíduos perde, em média, 10% da massa muscular corporal a cada década. Tudo isso está relacionado ao declínio metabólico. Vale ressaltar que um bom estilo de vida pode melhor muito esse processo.

Pessoas mais velhas queimam menos calorias?

Não é uma regra, mas a tendência é essa. Com o envelhecimento realmente há uma menor queima de calorias. Por conta disso, estima-se que homens e mulheres tendem a ganhar 0,50g de gordura a cada ano que passa. Para contornar essa estimativa, o ideal é adotar um estilo de vida saudável, que inclua alimentação saudável e prática regular de exercícios físicos.

As necessidades calóricas mudam com a idade?

As modificações do metabolismo ao longo dos anos geralmente altera com a idade. Uma mulher com 50 anos, por exemplo, pode precisar de até 500 kcal a menos diariamente do que quando tinha 20 anos. Essas mudanças não são um problema. São um fato. Portanto, para ter mais qualidade de vida, é importante buscar as ferramentas adequadas para lidar com tais alterações. É fato que o processo metabólico pode sempre melhorar a partir das ações de qualidade do próprio indivíduo.

Quer saber mais sobre metabolismo e envelhecimento? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

Comentários
Dra. Aidalina Nascimento

Posted by Dra. Aidalina Nascimento