insulina

Insulina é indicada para todos os casos de diabetes?

Sempre que se fala em diabetes, a primeira coisa que vem à mente das pessoas é um paciente recebendo uma injeção de insulina. Mas a pergunta é: “será que todos os pacientes com diabetes precisam mesmo aplicar insulina?”

Para responder essa pergunta, o primeiro passo é entender que estamos falando de um hormônio produzido pelo pâncreas. Sua principal função no organismo é metabolizar a glicose, transformando-a em energia para o corpo. Esse hormônio é responsável por levar a glicose para dentro das células.

Mas esse hormônio também pode ser feito em laboratório. É esse que é usado em pacientes que são incapazes de produzi-lo em quantidade suficientes para viver.

Problemas na produção da insulina, consumo exagerado de açúcar e resistência do organismo à ação desse hormônio fazem com que o nível de açúcar no sangue se eleve, o que pode acarretar a diabetes do tipo 2.

Há mais de 1 tipo de diabetes? Quais são? O que os diferencia?

Tipos de diabetes e relação deles com a insulina

Sim, há vários tipos de diabetes. Mas vamos nos deter, aqui, nos mais frequentes: diabetes tipo 1 e tipo 2.  Saber qual a diferença básica entre ambos para entendermos melhor a razão do tratamento à base de insulina. 

– Diabetes tipo 1

É diagnosticado, na maioria das vezes, ainda na infância e adolescência. Caracteriza-se pela incapacidade total de o pâncreas produzir insulina. Nesse caso, o tratamento inclui rígida orientação nutricional, prática de atividades físicas de forma regular e aplicação diária de insulina, já que o pâncreas não é capaz de produzi-la. Assim, o corpo pode manter o nível de glicose normal no sangue. 

– Diabetes tipo 2

O diabetes tipo 2 é a maioria dos casos. O surgimento dessa condição está fortemente condicionado por fatores ambientais. Está diretamente ligado à uma alimentação inadequada, nível de estresse elevado e sedentarismo. Além disso, a obesidade é um dos principais fatores de risco. 

Normalmente, aparece em adultos com idade acima dos 40 anos e pode estar ligado, também, ao uso de determinados medicamentos, como os corticoides.

O tratamento desse paciente pode, eventualmente, incluir a aplicação de insulina, mas não em todos os casos. O tratamento mais importante é corrigir os fatores causais: controle do peso e do estresse, rotina de exercícios físicos e alimentação antiinflamatória para corrigir a resistência à insulina que pode ocorrer nesses casos. Há também suplementos nutracêuticos importantes para ajudar o corpo a se restaurar. 

Seu médico saberá qual a melhor orientação para o seu caso. E você deve segui-la com rigor, porque a negligência pode lhe custar caro, levando a graves problemas circulatórios e à amputação de membros. 

Quanto à insulina, a resposta é não, não é indicada para todos os casos de diabetes, exceto no caso do diabetes tipo 1, condição em que o pâncreas não produz esse hormônio. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

Comentários
Dra. Aidalina

Posted by Dra. Aidalina