A osteoporose é uma doença óssea relativamente comum, que afeta cerca de 10 milhões de brasileiros. A condição é, acima de tudo, mais frequente em pessoas do sexo feminino. Assim sendo, uma, a cada três mulheres acima de 50 anos desenvolve o problema. Cumpre salientar que a osteoporose é caracterizada pela perda de massa óssea, o que pode tornar os ossos mais frágeis, porosos e quebradiços. Como a doença é inicialmente assintomática, estudos apontam que 75% dos casos são descobertos apenas depois da primeira fratura. O quadro pode ter relação com o processo natural de envelhecimento, associado a fatores predisponentes como tabagismo, sedentarismo, níveis baixos de vitamina D e cálcio. Soma-se a isso as alterações hormonais, como a queda gradativa na produção de estrogênio a partir dos 35 anos de idade em mulheres. A boa notícia é que existem maneiras de fortalecer os ossos e prevenir a perda crônica de massa óssea. Veja a seguir como evitar a osteoporose.

Como prevenir a osteoporose?

1# Alimente-se adequadamente

Uma alimentação variada e colorida pode ser uma grande aliada para ter ossos fortes. Em resumo, a ingesta adequada de cálcio, fósforo, magnésio, proteínas e vitamina D na alimentação reduz a velocidade dessa perda de massa óssea. Ademais, boas opções alimentares para incluir no cardápio estão aí: Dicas importantes: Troque o sal refinado pelo sal grosso, que é integral e contém minerais diversos. Ao mesmo tempo, evite o consumo de caldos processados, embutidos, fast food, congelados e alimentos ricos em gordura trans. Consuma, principalmente  alimentos naturais e crus. Elimine refrigerantes, eles “corroem” os ossos.

2# Tome sol diariamente

A exposição solar diária é fundamental no fortalecimento ósseo, afinal, os raios solares contribuem na síntese de vitamina D, o que consequentemente favorece a absorção de cálcio e ajuda a manter os ossos saudáveis. É importante que você tome sol em horários adequados. Em contrapartida, caso queira tomar sol por mais tempo, nunca o faça sem o uso de filtro solar, óculos e chapéus. Se, mesmo tomando sol diariamente, os níveis de vitamina D estiverem baixos, pode ser necessária a suplementação.

3# Pratique exercícios regularmente

Para reduzir o risco de osteoporose, é recomendável praticar exercícios físicos de forma regular. A atividade física fortalece os ossos, melhora o equilíbrio e ajuda a manter a musculatura saudável, o que colabora efetivamente na proteção do esqueleto. Toda e qualquer modalidade cumpre esse papel: caminhada, corrida, natação, musculação, dança, ciclismo, etc. No entanto, antes de iniciar os treinos, converse com seu médico de confiança e conte com o auxílio de um preparador físico.

4# Não fume

Inesperadamente, ao contrário do que muitas pessoas pensam, fumar não agride apenas o pulmão. O cigarro pode causar danos à circulação, sistema digestivo e, até mesmo, para a estrutura óssea, já que destrói células que formam os ossos, sendo um fator de risco para a osteoporose. Pesquisas indicam que entre os fumantes a perda de massa óssea chega a ser de 1% por ano. Quer saber mais sobre osteoporose? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como  endocrinologista em Manaus!