reposição hormonal

7 mitos e verdades sobre a reposição hormonal

O climatério é a fase da mulher em que ocorrem importantes alterações dos hormônios sexuais. Por conta disso acontecem ondas de calor, perda da massa óssea, mal-estar, irritação, ressecamento vaginal, redução da libido, menstruação irregular, insônia, fadiga, dificuldade de concentração e alterações na pele e nos cabelos. Os sintomas provocados nesse período podem ser extremamente incômodos a ponto de as mulheres terem a qualidade de vida prejudicada. Para amenizar esse problema, recorre-se à reposição hormonal. 

Apesar de muito utilizada, a reposição ainda gera dúvidas, uma vez que, tem benefícios, mas também existem riscos a serem considerados. Confira, a seguir, 7 mitos e verdades sobre a reposição hormonal.

1 – A reposição hormonal aumenta a libido

VERDADE – Devido à variação hormonal durante o climatério, o desejo sexual da mulher tende a cair. A redução do estrogênio diminui a lubrificação da vagina, causando ressecamento e desconforto durante o ato sexual. Como os sintomas físicos e psicológicos dessa fase costumam ser muito intensos, eles também atrapalham o desejo em relação ao sexo. Com a reposição, os sintomas são atenuados, proporcionando mais qualidade de vida e disposição.  

2 – O tratamento é realizado permanentemente

MITO – A reposição não deve ser feita pelo resto da vida da mulher. Cabe ao médico avaliar tanto a dosagem quanto o período em que a terapia hormonal deve ser realizada. Como é utilizada uma combinação de estrogênio e progesterona, por exemplo, a reposição não deve ser feita por mais de cinco anos seguidos. Isso porque, após esse período, elevam-se as chances do desenvolvimento de câncer de mama. É preciso dar um “repouso hormonal” ao organismo.  

3 – Todas as mulheres estão aptas à terapia de reposição hormonal

MITO – A reposição não é indicada para todas as mulheres. É necessária uma avaliação médica para prescrevê-la, pois existem algumas complicações associadas o uso desses hormônios. Além disso, algumas doenças como câncer, AVC, hipertensão arterial não controlada e trombose são fatores de risco. 

4 – A terapia hormonal melhora os sintomas do climatério

VERDADE – Como os sintomas são provocados pela variação dos hormônios sexuais, assim que a reposição é iniciada, os sintomas são controlados, proporcionando à mulher uma melhora importante na qualidade de vida de maneira geral.

5 – A reposição é o único tratamento para o climatério

MITO – Existem outras alternativas. Algumas mulheres não estão aptas ou simplesmente não querem fazer uso da terapia hormonal. Além de condutas para lidar com a ansiedade, insônia e irritabilidade comuns dessa época, é possível amenizar os sintomas por outros meios mais naturais: nutrição funcional, prática de atividade física, fitoterápicos e nutracêuticos, por exemplo.  

6 – O cabelo, a pele e as unhas melhoram com a terapia

VERDADE – O desequilíbrio hormonal do climatério prejudica a pele, deixando-a mais fina e seca; provoca a queda e o afinamento do cabelo e deixa as unhas quebradiças. Com os hormônios regulados novamente por meio da terapia de reposição hormonal ou nutricional, esses problemas tendem, também, a desaparecer. 

7 – A terapia hormonal provoca ganho de peso

VERDADE – A ação dos próprios hormônios utilizados na reposição pode proporcionar ganho de peso em algumas mulheres. Isso é fato. Além disso, nessa fase, o metabolismo da mulher também passa por alterações, tornando-se mais lento. Por isso, seguindo ou não a reposição hormonal, é importante que a mulher tenha uma alimentação saudável e pratique atividade física regular. Caso ainda não tenha despertado para esse cuidado pessoal. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

 

Comentários
Dra. Aidalina

Posted by Dra. Aidalina