tireoidite pós-parto

22 sintomas de tireoidite pós-parto

O período gestacional e o puerpério são fases muito delicadas na vida de uma mulher. Os primeiros meses de vida do bebê requerem cuidado e plena atenção da mãe. Após o parto, além de ela aprender a lidar com o neném que acabou de chegar, ainda precisa lidar com a brusca mudança de rotina. Paralelo a isso, tem de enfrentar mudanças bruscas na regulação dos hormônios. Em alguns casos, a produção de hormônios pode ficar desregulada e, como consequência, aparecem doenças como depressão pós-parto e disfunções hormonais, como a tireoidite pós-parto.

Essa disfunção da tireoide atinge de 4% a 7% das mulheres no total. Ela pode surgir até um ano após o nascimento do bebê. O distúrbio acontece quando o sistema imunológico ataca a tireoide. Essa glândula é responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). Quando ela se torna hiperativa, produz mais hormônios do que o necessário, esse fenômeno é conhecido como hipertireoidismo (5% a 10% dos casos). Já o hipotireoidismo acontece quando a produção de hormônios é lenta e causa um déficit no organismo.

Estudos mostram que alguns fatores podem contribuir com as chances de a mulher apresentar tireoidite pós-parto:

  • Diabetes tipo 1
  • Histórico de problemas de tireoide
  • Presença de anticorpos antitireoidianos antes da gravidez
  • Histórico familiar de distúrbios da tireoide ou diabetes

Além disso, alguns cientistas acreditam que o estresse e o tabaco podem ser também fatores desencadeantes do problema.

Saiba quais são os sintomas de tireoidite pós-parto

Os sintomas, tanto do hipertireoidismo quanto do hipotireoidismo, são sutis. Eles podem, inclusive, ser confundidos com sintomas de outras doenças. Quase nunca surgem logo no início da doença, mas à medida que a tireoidite evolui. Conheça quais são os sintomas mais frequentes da disfunção:

Hipertireoidismo

  • Ansiedade
  • Batimentos cardíacos acelerados
  • Cansaço extremo
  • Desconforto nos olhos
  • Diarreia
  • Fadiga muscular
  • Irregularidade menstrual
  • Irritabilidade
  • Perda de peso
  • Sensibilidade ao calor
  • Transpiração excessiva
  • Tremor de mãos 

Hipotireoidismo

  • Batimentos cardíacos lentos
  • Cansaço
  • Constipação intestinal
  • Depressão
  • Ganho de peso acima do habitual
  • Pele seca
  • Fadiga muscular
  • Queda de cabelo
  • Rigidez nos músculos
  • Sensibilidade ao frio

Diagnóstico e tratamento dos distúrbios da tireoide

O diagnóstico de tireoidite é realizado de duas formas. A primeira é por meio de exame de sangue, com a dosagem dos hormônios e dos anticorpos anti-tireoide. A outra maneira é pela ultrassonografia de tireoide. Nesse caso, a imagem mostra as características heterogêneas da inflamação na glândula. 

Para a produção excessiva dos hormônios, o tratamento é feito apenas para amenizar os sintomas, já que é uma fase passageira. Já nos casos de hipotireoidismo, quando os níveis estão abaixo do normal, é necessário fazer a administração de hormônios sintéticos. O objetivo é normalizar a deficiência hormonal. Felizmente, é comum a tireoidite desaparecer espontaneamente após 12 meses.

Apesar de ser um distúrbio simples de resolver, a tireoidite pós-parto é, em muitos casos, confundida com outras patologias. Por isso, tanto a mãe quanto o profissional de saúde devem ficar atentos. Mesmo sendo de característica transitória, a tireoidite pós-parto pode evoluir para o hipotireoidismo permanente.

Quando o hipotireoidismo não é tratado por longo tempo, pode alterar o funcionamento do coração, deixando os batimentos cardíacos mais lentos. Além de levar ao aumento da pressão e do  colesterol oxidado, inchaço e falta de ar. Por essa razão, para evitar mais desconfortos e complicações, recomenda-se o acompanhamento médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!

Comentários
Dra. Aidalina

Posted by Dra. Aidalina