A osteoporose deixa os ossos mais fracos e frágeis, aumentando as chances de ocorrerem fraturas. Comum em pessoas idosas, a prevenção desse problema começa ainda na juventude, no entanto, após identificada a perda de massa óssea, é necessário tomar determinados cuidados.

O objetivo é prevenir as fraturas e garantir que, mesmo com a doença, a pessoa possa ter uma boa qualidade de vida. Assim, veja quais são os principais cuidados recomendados para quem tem osteoporose:

Ajuste da dieta

Assim que a doença é detectada, é preciso conter a perda de massa óssea e aumentar o nível de cálcio no organismo. Além disso é necessário ajustar todos os outros nutrientes participantes da formação óssea. São eles a vitamina D, a vitamina K2 e os minerais fósforo e magnésio. O primeiro passo para conseguir isso é através de uma mudança na dieta seguida pelo paciente.

Será recomendado então o aumento da ingestão de alimentos ricos nesses nutrientes, como a carne e o fígado bovino e de frango, peixes, vegetais folhosos verde escuros, frutas como uva, banana e abacate; grãos e derivados como gérmen de trigo e de aveia; sementes e nozes como gergelim, amendoim, semente de girassol, castanha e amendoim, grão de bico, batata, beterraba, couve, espinafre… são algumas dicas importantes.

Cuidado com objetos da casa

Como os ossos estão mais frágeis, a melhor forma de prevenir possíveis fraturas é se atentando com os objetos que estão na casa. O ideal é não ter nada espalhado pelo chão e evitar tapetes, pois há o risco de escorregar.

Além disso, todos os itens que são essenciais para o dia a dia devem estar ao alcance da visão, sem que seja necessário ficar na ponta dos pés ou subir em escadas e cadeiras. Por último, o piso antiderrapante também é uma boa opção. 

Tomar banho sentado

Um cuidado muito importante para os idosos, mas pessoas mais jovens que têm sinais de perda de massa óssea também pode adotar a sugestão. Uma banqueta plástica no banheiro pode ser útil especialmente nos momentos de lavar a parte inferior do corpo.

Também é indicado usar um chinelo de borracha e adotar o piso antiderrapante no box, para evitar qualquer escorregão e quedas.

Atenção ao peso

Quem sofre com a osteoporose terá que se preocupar em manter normal o peso corporal. A dieta precisa ser balanceada e será necessário ter uma rotina de atividades físicas, mesmo que mais leves. Exercícios de força são fundamentais e devem ser orientados por um educador físico.

No caso da alimentação, além de incluir alimentos ricos em cálcio, fósforo, magnésio, vitamina D e vitamina K2, é necessário focar em alimentos naturais, orgânicos e pouco industrializados. São saudáveis e vão ajudar a evitar o ganho de peso.

Tomar sol

Como a vitamina D é essencial para que os ossos não fiquem fragilizados, será importante tomar sol. Afinal, essa é a maneira mais rápida e eficiente de aumentar os níveis da vitamina D no corpo. Só o raio solar pode ativar a vitamina D que já é produzida no seu organismo.

Ao contrário do que se aprendeu no passado e se acreditou por tanto tempo, hoje é recomendado tomar sol nos horários em que os raios ultravioletas não atingem a camada mais profunda da pele, portanto, não agressivo à saúde, se exposto por pouco tempo. O momento ideal para ativar a vitamina D pelo sol é justamente entre as 10 horas até 15 horas por 10 a 30 minutos dependendo da cor da sua pele. Após isso, usar protetor solar.

Suplementação de vitaminas e minerais

Existem casos em que, mesmo com a mudança na dieta e a recomendação de tomar sol, o organismo ainda não tem quantidade suficiente de cálcio e vitamina D. Então, será necessário fazer a suplementação de vitaminas e minerais como parte do tratamento e cuidados para reduzir a perda de massa óssea.

Caminhadas e atividades físicas

Por mais que pareça um conselho estranho, o paciente diagnosticado com osteoporose precisa fazer atividades físicas, mesmo que mais leves, como a caminhada, para fortalecer os ossos. Tanto que é uma das principais recomendações para quem está lidando com a doença.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!