A terapia hormonal é considerada um tratamento efetivo para o alívio dos sintomas que, comumente, acompanham a menopausa. Entre os principais incômodos que atingem as mulheres nesse período estão ondas de calor, insônia, alterações no humor e ressecamento vaginal.

Também é importante lembrar que seu impacto positivo na saúde vai além disso. Por exemplo, ajuda a prevenir a perda óssea, muito acelerada a partir dessa fase da vida que, se não tratada corretamente, pode causar a osteoporose.

A seguir, vamos entender melhor como funciona o tratamento hormonal para mulheres com menopausa. Acompanhe!

Reposição ou Modulação hormonal?

A menopausa ocorre normalmente entre os 45 e 55 anos de idade como processo natural do corpo feminino. Nessa fase, o organismo produz uma quantidade bem menor de hormônios fundamentais na regulação de muitos processos metabólicos da mulher, a saber a progesterona e o estrogênio. E em segundo plano, a testosterona. Isso mesmo.

Então, as mudanças que sinalizam essa fase decorrem desse declínio hormonal. Contudo, não são todas as mulheres que necessitam passar pela reposição. Normalmente, a indicação é voltada para aquelas que apresentam sintomas de moderados a intensos, para as quais os efeitos da terapia podem trazer diversas vantagens.

Há várias formas de realizar essa terapia, mas sempre levando em consideração a necessidade da combinação de ambos os hormônios — estrogênio e progesterona. E também se há a necessidade de dose mínima de testosterona.

Porém, é importante chamar a atenção para o fato de que o tratamento apenas deve ser iniciado após a paciente ter passado pelo médico especialista visto que, a dosagem, o tempo de duração do tratamento, a forma que como será feito depende de necessidades individuais de cada mulher.

Embora seja um tratamento seguro, é fundamental que a paciente mantenha sua rotina de acompanhamento médico, uma vez que, a terapia hormonal, assim como qualquer outro tipo de tratamento pode ter efeitos colaterais e causar danos à pessoa.

Por outro lado, há casos de contra-indicação absoluta para a reposição hormonal. Uma opção é fazer a modulação fisiológica desses hormônios, o que pode ser feita com substâncias fitoterápicas e nutracêuticas para alívio dos sintomas, embora não substitua os hormônios.

O seu médico saberá avaliar qual é o melhor caminho para o seu caso.

Principais benefícios da terapia hormonal

A lista de benefícios percebidos pelas mulheres que passam por esse tratamento é extensa. Alguns dos mais evidentes são os seguintes:

A terapia hormonal da menopausa pode fazer toda a diferença na vida de boa parte das mulheres. Além dos benefícios citados acima, podemos considerar a melhor qualidade de vida e certamente maior disposição diária.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como  endocrinologista em Manaus!